Horários e funcionamento do Santuário

Horários do Santuário São Judas Tadeu

Missas
Segunda a sexta-feira às 7h, 9h, 12h, 15h, 17h, na igreja antiga, e às 20h, na igreja nova.
Sábados às 7h e 19h30 na igreja antiga e às 9h, 12h e 15h, na igreja nova.
Domingos às 7h, 8h30, 10h, 12h, 15h, 16h30, 18h e 19h30, na igreja nova.
Dia 28 de cada mês às 6h, 7h, 8h30, 10h, 12h, 13h30, 15h, 17h, 18h, 19h e 20h30, na igreja nova.

Confissões e Orientação com os sacerdotes
Segunda a sexta-feira das 8h às 20h.
Sábados das 8h às 18h. Domingos das 8h às 18h, na Capela de Bênçãos.
Dia 28 de cada mês, somente Confissões das 6h45 às 19h, no Salão Dehon.

Bênçãos
De segunda a sexta-feira das 8h às 20h.
Sábados das 8h às 18h.
Domingos ao final de cada missa.
Dia 28 de cada mês das 6h às 21h, na Sala São Judas.

Obra Social
De segunda a quinta-feira, das 08h30 às 13h30, realiza-se a triagem dos casos e atendimento às pessoas que passam por dificuldades e necessitam de ajuda, suprimento de suas necessidades básicas ou de orientação e encaminhamento para outros recursos da comunidade.

Farmácia Comunitária
Segundas e quartas-feiras, das 8h às 11h e das 13h às 16h. Sextas-feiras, das 8h às 11h e das 13h às 15h. Sábados, das 8h às 11h. Dias 28 de cada mês não há atendimento.

Secretaria Paroquial
Segunda a sexta das 8h às 20h.
Sábado e domingo das 8h às 18h.
Telefone: (11) 3504-5700

Loja de Artigos Religiosos São Judas
De segunda a sexta-feira das 7h30 às 20h.
Sábados e domingos das 7h30 às 18h. Dia 28 de cada mês das 6h às 21h.
E-mail: lojasjt@terra.com.br / Tel: (11) 2275-0724
www.lojasaojudastadeu.com/

Missas aos domingos na TV Band e Rádio Capital 1040AM
Domingo às 7h pela TV Band e Rádio Capital 1040 AM

Rádio 9 de Julho 1600 AM
Santa Missa de segunda a sexta-feira às 17h;
Amanhecer com Esperança com Pe. Cláudio Weber, scj, diariamente às 05h55;
O Pão da Palavra com Diácono Erick Max, scj, de segunda a sábado às 06h55 e às 20h
O Poder da Palavra com Pe. Antônio dos Santos, scj, de segunda a sexta-feira às 16h;
A Missa Continua com Diácono Erick Max, scj, de segunda a sexta-feira às 17h50.

 

História

Linha do Tempo

  1. Nasce a Paróquia São Judas Tadeu

    A Paróquia São Judas Tadeu foi criada em 25 de janeiro de 1940 pelo Arcebispo Dom José Gaspar de Affonseca e Silva, que também criou outras 24 paróquias na época, pois a cidade estava crescendo e precisava de mais igrejas.

    O primeiro pároco, padre João Buescher, da Congregação do Sagrado Coração de Jesus (Dehonianos) tomou posse no dia 17 de março do mesmo ano. A igreja começou a funcionar numa pequena casa, que servia de depósito e armazém, situada à Avenida Felício Fagundes (hoje, início da Rua Fagundes Filho e Avenida Jabaquara). A casa foi transformada em capela, onde eram celebradas as primeiras missas e demais sacramentos.

    No dia 28 de outubro de 1940, aconteceu a primeira festa para o Santo Padroeiro. Já em 1941, a Festa a São Judas passou a acontecer a cada mês, no dia 28. Dinâmico e empreendedor, Pe. João Buescher procurou um bom terreno e, com a ajuda da comunidade, construiu a primeira igreja, ainda provisória, que substituía a capela improvisada. No ano seguinte, imediatamente após a construção da igreja provisória, ele já iniciava a definitiva, inaugurada em abril de 1944 e conhecida hoje como “Igreja Antiga”.

  2. Igreja Nova: Mais espaço para a Fé do povo

    O extraordinário aumento da afluência dos devotos, fazendo crescer o movimento religioso, trouxe a necessidade de uma nova igreja. Em janeiro de 1963, sacerdotes, paroquianos e devotos iniciaram a construção, conhecida hoje como, a “Igreja Nova”.

    Ampla, funcional e de linhas modernas, a “igreja nova” apresenta internamente, forma circular inscrita em um quadrado, com uma cúpula de 22 metros. O ritmo arquitetônico e a sobriedade das linhas da conduzem espontaneamente para o que deve ser o centro de uma igreja: o altar do sacrifício de Cristo.

    Em torno da mesa, a comunidade de discípulos, como São Judas Tadeu, se reúne para celebrar Jesus Cristo e, deste modo, o devoto pode fazer melhor sua experiência de comunhão com Deus e os irmãos na Eucaristia. A devoção e a festa de São Judas foi crescendo nestes 75 anos de fundação da Paróquia, e do Santuário também, porque os fiéis que o frequentam são atendidos pelo serviço pastoral do Santuário.

    Desde sua origem, são três as vertentes marcantes que irrigam a vida dos devotos que frequentam este Santuário: a evangelização, o apostolado social e o atendimento das confissões.

  3. Paróquia São Judas Tadeu é declarada Santuário

    No dia 18 de novembro de 1997, foi publicado o decreto de Dom Paulo Evaristo Arns, Arcebispo de São Paulo na época, elevando a Igreja de São Judas Tadeu Apóstolo à categoria de Santuário. Desde então, a Paróquia passou a ser, oficialmente um Santuário. Na verdade, foi o povo, com sua fé e devoção, que fez isso acontecer, elegendo essa igreja dedicada a São Judas Tadeu como um lugar sagrado de “refrigério para suas aflições e consolo para seus problemas”

Conheça a história da Paróquia e Santuário São Judas Tadeu

Documentário sobre o Santuário São Judas Tadeu (TV Arautos)

Aniversário de 78 anos – Paróquia e Santuário São Judas Tadeu

Curiosidades

Devoção a São Judas Tadeu

O início da devoção a São Judas Tadeu está fortemente ligado a fundação da Paróquia. Naquele tempo, São Judas Tadeu era pouco conhecido. Então, o vigário da época (Pe. João Buescher, scj) passou a divulgar a história do Santo para a comunidade. Mandou fazer muitos impressos com a imagem e a oração de São Judas e distribuía-os, pessoalmente, nos pontos de ônibus, nos bondes, na Praça da Sé e nas visitas às famílias dos bairros centrais.

Ao mesmo tempo que pedia ajuda para a construção da igreja, divulgava o Santo Padroeiro. As mesmas famílias que recebiam o Pe. João em suas casas ajudava-o na construção da igreja, que mais tarde se tornaria um Santuário. Hoje, São Judas Tadeu é um dos santos mais populares em nosso país, fazendo com que este Santuário receba milhares de devotos no dia 28 de outubro, dia em que recordamos sua memória litúrgica. É emocionante ver tamanha devoção.

Origem da imagem

Na época da criação da Paróquia São Judas Tadeu não havia imagem. Então, Padre João Buescher mandou esculpir uma em madeira, mas o escultor ficou doente e, como a festa do padroeiro estava próxima, a imagem acabou sendo fundida em gesso. E esta acabou se tornando a oficial em nossa igreja, nas principais paróquias, comunidades e nas casas das famílias devotas do Santo, em todo o Brasil.

Como nas suas origens, o Santuário continua sendo a Casa de Deus, onde o povo, através da devoção a São Judas Tadeu, Apóstolo, vem pedir fé, esperança e muitas bênçãos. Contudo, a devoção a São Judas tem uma característica única, que a distingue de outros santuários. Ela não está ligada a nenhuma aparição, como acontece por exemplo, em Lourdes, Fátima e Aparecida. Foi o zelo pastoral do Pe. João Buescher,scj, em suas centenas de visitas domiciliares, que acendeu no coração do povo paulistano essa chama de confiança a São Judas Tadeu.

WhatsApp chat