Horários e funcionamento do Santuário

Horários do Santuário São Judas Tadeu

Missas
Segunda a sexta-feira às 7h, 9h, 12h, 15h, 17h, na igreja antiga, e às 20h, na igreja nova.
Sábados às 7h e 19h30 na igreja antiga e às 9h, 12h e 15h, na igreja nova.
Domingos às 7h, 8h30, 10h, 12h, 15h, 16h30, 18h e 19h30, na igreja nova.
Dia 28 de cada mês às 6h, 7h, 8h30, 10h, 12h, 13h30, 15h, 17h, 18h, 19h e 20h30, na igreja nova.

Confissões e Orientação com os sacerdotes
Segunda a sexta-feira das 8h às 20h.
Sábados das 8h às 18h. Domingos das 8h às 18h, na Capela de Bênçãos.
Dia 28 de cada mês, somente Confissões das 6h45 às 19h, no Salão Dehon.

Bênçãos
De segunda a sexta-feira das 8h às 20h.
Sábados das 8h às 18h.
Domingos ao final de cada missa.
Dia 28 de cada mês das 6h às 21h, na Sala São Judas.

Obra Social
De segunda a quinta-feira, das 08h30 às 13h30, realiza-se a triagem dos casos e atendimento às pessoas que passam por dificuldades e necessitam de ajuda, suprimento de suas necessidades básicas ou de orientação e encaminhamento para outros recursos da comunidade.

Farmácia Comunitária
Segundas e quartas-feiras, das 8h às 11h e das 13h às 16h. Sextas-feiras, das 8h às 11h e das 13h às 15h. Sábados, das 8h às 11h. Dias 28 de cada mês não há atendimento.

Secretaria Paroquial
Segunda a sexta das 8h às 20h.
Sábado e domingo das 8h às 18h.
Telefone: (11) 3504-5700

Loja de Artigos Religiosos São Judas
De segunda a sexta-feira das 7h30 às 20h.
Sábados e domingos das 7h30 às 18h. Dia 28 de cada mês das 6h às 21h.
E-mail: lojasjt@terra.com.br / Tel: (11) 2275-0724
www.lojasaojudastadeu.com/

Missas aos domingos na TV Band e Rádio Capital 1040AM
Domingo às 7h pela TV Band e Rádio Capital 1040 AM

Rádio 9 de Julho 1600 AM
Santa Missa de segunda a sexta-feira às 17h;
Amanhecer com Esperança com Pe. Cláudio Weber, scj, diariamente às 05h55;
O Pão da Palavra com Diácono Erick Max, scj, de segunda a sábado às 06h55 e às 20h
O Poder da Palavra com Pe. Antônio dos Santos, scj, de segunda a sexta-feira às 16h;
A Missa Continua com Diácono Erick Max, scj, de segunda a sexta-feira às 17h50.

Melhor idade a serviço do Amor

Abril/2019

Que os voluntários são a maior riqueza desta Paróquia/Santuário São Judas Tadeu todos sabem. O que nem todos sabem é que cresce o número de homens e mulheres com 70, 80, 90 anos ou mais, que doam seu tempo, com muito amor e dedicação, à Igreja e ao próximo. Em nossa comunidade eles atuam como voluntários e agentes de pastoral, e nada de demonstrar cansaço e desânimo!

Oswaldina Nunes, que foi sorteada no último dia 28 na promoção “Rumo aos 80 anos” é uma dessas joias. Ela tem 90 anos, é Salmista, e com o seu marido José Nunes, além de dedicar-se à Pastoral Litúrgica, conduziram muitas celebrações de Batismo no Santuário, quando podiam ser realizadas por leigos. Eles casaram-se nesta Paróquia, em 1955, e desde então, essa é a segunda casa da família. Como eles, o casal José Francisco dos Santos (93 anos) e Maria Flora Ferreira Santos (81 anos), com 60 anos de casados, sentem-se muito bem aqui, e hoje, ainda ajudam como ministros extraordinários da Eucaristia. Ele, por 35 anos levou a sagrada Eucaristia aos doentes e a esposa, além de catequista, coordenou por 20 anos o Clube de Mães da Obra Social São Judas Tadeu. Francisco conta que o serviço na Igreja é gratificante: “Nas visitas aos doentes em hospitais, muitas vezes eu entrei pobre e sai rico. Só tenho a agradecer a Deus, pois com a minha idade, ainda faço tantas coisas!” Enquanto ministra da Eucaristia, dona Flora acentua a importância de tudo o que aprendeu: “Se as pessoas soubessem quanta saúde traz a Confissão, estariam bem mais saudáveis espiritualmente. Pois sem a misericórdia, nós não somos nada!”, ensina.

No dia 28 de Fevereiro encontrei Diná Sandrini, aos 86 anos, mostrando toalhas que ajudou a fazer: “Há 20 anos aceitei o convite para ajudar, e desde então me sinto muito útil. Sou voluntária na costura, no artesanato da Obra Social e todo dia 28 aqui”. Neide Dalla dos Santos, 70 anos, há 25 anos é voluntária, no dia 28 e duas vezes por semana na Obra Social: “Com os filhos crescidos, a gente precisa se manter ativa. Tenho muitas graças alcançadas, e me sinto bem em retribuir com gratidão”. Noêmia de Souza Santos, 80 anos, também está todo dia 28, disposta a ajudar. Além de participar do Apostolado da Oração, há 40 anos é voluntária: “São Judas é meu padrinho, sempre morei perto e gosto de ajudar nos bazares, pois me dou bem com todos e sou muito feliz”. Feliz também é a Terezinha Pinto da Silva, que prometeu a Deus ajudar enquanto puder. Aos 79 anos, diz que além de sentir-se útil e ativa, enquanto voluntária, ainda se beneficia com boas companhias, novas amizades e se distrai.

Conversando com os paroquianos sobre a dedicação da melhor idade, confesso que me surpreendo com tantos exemplos. Encontrei a Dona Dulce Oliveira Azevedo, 91 anos, na entrada da igreja, num sábado à tarde. Ela me recebeu com um largo sorriso no rosto. Quem a vê, tão alegre e disposta, nem imagina que ela ajuda na Pastoral da Acolhida do Santuário nos intervalos que tem no cuidado à sua irmã doente, de 96 anos. Dulce ainda lamenta não poder dedicar-se mais, pois recentemente teve que deixar de ser voluntária da Farmácia da Obra Social para cuidar da irmã, com sequelas de AVC. Dona Dulce ainda afirma: “Deus é tão maravilhoso… Servir na Igreja é uma maneira de agradecer a Ele e fazer algo pela missão. A gente tem que ser missionário!”

Que riqueza à nossa volta! A Casa de Deus está repleta de pessoas assim, disponíveis ao serviço fraterno e gratuito, modelos às novas gerações. Que Deus abençoe todos os voluntários desta Paróquia! Rumo aos 80 anos, ainda há muitas histórias que merecem ser compartilhadas.

 

Priscila Thomé Nuzzi

Nenhum comentário

Publique um comentário

WhatsApp chat